terça-feira, 31 de julho de 2012

Comece por Alfa, termine por Ômega

E ao anjo da igreja que está em Esmirna, escreve: Isto diz o primeiro e o último, que foi morto, e reviveu:Apocalipse 2:8.
Escrevendo Sua carta à igreja de Esmirna, é assim que Jesus se apresenta: “Estas são as palavras daquele que é o Primeiro e o último, que morreu e tornou a viver.”
É significativo que Jesus relacione Alfa e ômega com “morte” e com “vida”. Morte é descontinuidade. Vida é completude, dentro do grande propósito divino. Mais de uma vez, desde Gênesis até Apocalipse, fomos informados que a primeira criação cederia lugar à última criação, a dos “novos céus e da nova terra”. Imagem semelhante é usada por Paulo, quando fala do Primeiro Adão e do Segundo Adão. A primeira criação é provisória, mas necessária. A realidade final é a do Cristo ressuscitado, da qual iremos compartilhar quando também ressuscitaremos.
Nossa primeira realidade com Cristo Jesus deve acontecer com “tribulação”. Jesus veio para um mundo atribulado, no qual pecado e rejeição, desde o “princípio”, já possuíam um papel a desempenhar. Um dos mais antigos livros da Bíblia, o de Jó, retrata perfeitamente o projeto divino através deste mundo injusto. Ao vir a este mundo, para morrer, o objetivo do Alfa foi vencer definitivamente a morte, abrindo caminho para o Ômega, para a perfeita eternidade com o Senhor. Nosso desafio cristão, ao começar com o Alfa de Jesus, é permanecer fiel até a primeira morte. Porque “se com Ele morremos, com ele também viveremos”. Lá, então, viveremos para sempre o Ômega.
Pr. Olavo Feijó

2 comentários:

  1. Shalom,
    Sou a Vivi, brasileira que vive em Israel...
    Vim convid[a-lo para conhecer meu blog?
    www.israelcompras.com
    Já estou seguindo o seu para não perdê-lo de vista.
    Bjs
    Vivi

    ResponderExcluir
  2. Les visito de El Salvador Centroamerica, desde mi blog
    www.creeenjesusyserassalvo.blogspot.com
    RECIBAN MUCHISIMAS BENDICIONES

    ResponderExcluir